O Comediante

Posted on Leave a commentPosted in Teatro

“É belo no ser humano poder ser várias pessoas, mas escolher ser uma só”, pronunciou Kafka. O Comediante faz uma crítica à indústria cultural do entretenimento, transitando pelo universo cômico e pelo drama psicológico de um ator que, enfeitiçado pela própria imagem, cria um mundo paralelo, numa época em que a mídia idolatra o efêmero e torna o sujeito descartável.