Entrevista ao Canal no Viva para o programa Grandes Atores

Entrevista no Canal Viva

Comecei muito jovem, profissionalmente já, aos 15 anos. Participava daqueles programas de calouros, cantava

Ary Fontoura e Nathalia Timberg como Lutero e Bernarda

Amor à Vida

Contracenar com Nathalia Timberg é sempre um imenso prazer e ser dirigido por Mauro

Ary Fontoura e Berta Loran em Amor com Amor se Paga de 1985

Amor com Amor se Paga

Na pequena e fictícia cidade fluminense de Monte Santo, vivia Nonô Correia, um homem

Ary Fontoura

O Ator

Os atores são como pintores da alma. Possuem uma estética dentro da qual exercitam os seus valores. Variam sobre o mesmo tema, procura obsessiva da verdade e iluminações dentro de uma atmosfera reiterativa. Cada artista, aliás, é assim. Escreve, pinta ou representa centenas de vezes a mesma obra. Em cada tentativa, novos ângulos, renovação, descobertas, evolução.

O Comediante de Joseph Meyer com Ary Fontoura, Angela Rebelo, Carol Loback e Gustavo Arthiddoro, e direção de José Wilker e Anderson Cunha

O Comediante

“É belo no ser humano poder ser várias pessoas, mas escolher ser uma só”, pronunciou Kafka. O Comediante faz uma crítica à indústria cultural do entretenimento, transitando pelo universo cômico e pelo drama psicológico de um ator que, enfeitiçado pela própria imagem, cria um mundo paralelo, numa época em que a mídia idolatra o efêmero e torna o sujeito descartável.

Ary Fontoura

A Carreira

Ary Fontoura é um dos mais completos e versáteis atores brasileiros. Com mais de 60 anos de carreira, transitou com leveza e magnitude em diferentes manifestações da arte de representar, seja através da teledramaturgia, do cinema, ou do teatro. Abaixo sintetizamos grande parte da sua obra, nas categorias telenovelas, peças de teatro, cinema, séries na televisão, prêmios e shows.